COMO AS CRIPTOMOEDAS PODEM TE AJUDAR A CRIAR UMA FORTUNA

criptomoedas

As criptomoedas foram criadas há mais de nove anos, mas só começaram a ser valorizadas e utilizadas com frequência neste ano. A partir disso, os investidores estão vendo uma grande oportunidade nas criptomeodas, pois como elas não são centralizadas, há possibilidade de fazer transações com mais facilidade e com um custo mais baixo do que as moedas convencionais.

Uma das mais famosas criptomoedas é o bitcoin, que quando foi criado não valia mais do que alguns centavos e hoje vale milhares de reais. Parece um bom investimento, não é mesmo? Por esse motivo vamos começar uma série de posts aqui no blog, com o intuito de te informar sobre essas novas movimentações de mercado. Hoje vamos começar com algumas informações importantes para que você conheça melhor esse universo.

O Que é Bitcoin?

O bitcoin é uma moeda, assim como o real e o dólar, a diferença é que ela não poderá ser achada no bolso da sua calça ou na sua bolsa. Isso porque não existe fisicamente, ou seja, só é possível ter acesso a ela pelo mundo virtual. Outra diferença da moeda comum é que a emissão não é controlada por um banco central. A partir disso, o bitcoin é produzido e descentralizado por milhares de computadores. Sendo mantido por pessoas que usam da sua capacidade com a tecnologia para criar a criptomoeda e registrar todas as transações realizadas.

Quanto Valem as Criptomoedas?

O Bitcoin segue a lei de oferta e procura. Desta forma, quanto mais é procurada, mais valorizada fica. Só para você ter uma pequena ideia, atualmente, um único bitcoin vale mais de R$ 16 mil. Alguns países já estão regularizados e outros ainda pensam nesta hipótese como a Austrália, Rússia, Japão e China. O sistema está caminhando para a regularização e por isso cada dia atrai mais investidores.

Como Funciona a Tecnologia Utilizada nas Criptomoedas?

Emissão: Uma rede de computadores é responsável por realizar o processo de mineração dos bitcoins. A partir disso, cada bitcoin gerado é criptografado por um sistema.

Cadeia de Blocos: É uma rede mundial de carteiras com bitcoins. Desta forma, funcionam como grande planilha compartilhada por todos os donos da moeda onde ficam registradas todas as contas de bitcoins. A vantagem disso, é que essa cadeia não poderá ser violada, pois se tiver qualquer alteração nos códigos do sistema as operações futuras daquele bloco serão invalidadas.

Carteiras: Cada usuário pode acessar a sua carteira apenas com a sua senha pessoal, sendo chamada de “chave privada”. Não é necessário pagar nenhum valor para criar uma carteira para as suas criptomoedas.

Transferência: Caso você desejar fazer alguma transferência, basta que você acesse a sua carteira com a chave privada e realiza a transação. A partir disso, ele precisará avisar a chave pública da carteira que receberá os bitcoins.

Vantagens de Utilizar as Criptomoedas Para Investimentos

Tarifas mais Baixas e Nada de Impostos

Quando decidimos realizar alguma transação com as moedas tradicionais, podemos pagar uma taxa entre 2 e 9%, depende de cada usuário. Já com as criptomoedas os custos são menores. A tarifa média de uma transação custa menos que 1%.

Pode Ser Utilizada em Qualquer Lugar do Mundo

Outra vantagem de utilizar a bitcoin é o fato dela ser uma moeda global. Podendo ser usada livremente sem bloqueios de fronteira e sem as tradicionais burocracias do mercado internacional.

Mais Seguro do Que as Moedas Convencionais

O Bitcoin também protege os seus usuários contra roubos de identidade. A partir dele, é possível fazer backup e criptografar as informações para garantir mais segurança do dinheiro. Também é importante evitar divulgar o endereço da carteira publicamente, pois neste caso é possível rastrear suas transações. Caso isso ocorra, um novo endereço poderá ser facilmente gerado, aumentando a privacidade do usuário.

E você já tinha ouvido falar sobre as criptomoedas? Me conte nos comentários qual é a sua opinião a respeito desta nova movimentação do mercado financeiro. Se você tiver alguma dúvida, deixe aqui embaixo, assim, podemos utilizá-las para produzir os artigos dessa nova séria da Academia do Investidor.

Até a próxima!