CONTROLE FINANCEIRO PESSOAL: VOCÊ É O SEU MAIOR SABOTADOR

controle financeiro pessoal

Sem um controle financeiro pessoal é praticamente impossível de conseguir ter uma vida sustentável. Quantas vezes ouvimos histórias na televisão e vimos na internet pessoas que tinham milhões de reais e acabaram se dando mal por ter um controle dos seus gastos? Sendo assim, tenha em mente que por mais que você esteja ganhando ou tenha muito dinheiro guardado. Se não souber fazer um bom uso. Ele poderá acabar sem você se dar conta de como e onde gastou.  

Pensando nisso, para te ajudar vou te contar algumas atitudes que estão fazendo com que você sabote a sua estratégia de controle financeiro.

Controle Financeiro Pessoal: Não Sobra Dinheiro no Fim do Mês

Um dos sinais de que o seu controle financeiro não está indo bem e está desequilibrado. É o fato de que não está sobrando nenhum dinheiro no fim do mês. Dessa forma, para mudar esse cenário, é importante investir em um bom planejamento financeiro. Sendo assim, antes do mês começar, procure estabelecer metas de gastos para cada categoria do orçamento. Tais como moradia, alimentação, lazer e educação. A partir disso, ao longo do mês você vai conseguindo ter uma ideia se tudo está seguindo dentro do planejado.

Controle Financeiro Pessoal: Você Gasta Descontroladamente

Um dos benefícios de ter um bom controle financeiro é o fato de identificar onde o dinheiro está indo e analisar os gastos que estão sendo desnecessários. Portanto, se as saídas da sua conta e cartão de crédito estão ficando cada vez maiores, tem algo de errado tem aí. Ou seja, você provavelmente está gastando mais do que pode. Nesse caso, também é recomendado fazer uma boa análise para saber o motivo das despesas estarem aumentando tanto. Caso isso esteja ocorrendo por conta de reforma em casa ou viagem de férias com a família, gastos maiores são esperados.

Controle Financeiro Pessoal: Você Não Sabe Quais São Suas Despesas Recorrentes

Outra atitude que pode estar prejudicando o seu controle financeiro é o fato de você parar de acompanhar quais são e quanto custa as suas despesas recorrentes. Embora os valores mais baixos pareçam ser inofensivos, a soma de vários meses pagando esse valor poderá ter um valor muito significativo. Procure ficar atento a tarifas de manutenção de conta bancária, planos de assinatura de TV a cabo, serviços online, celular e outros gastos. Avalie bem se esses serviços são realmente necessários. Caso chega a conclusão de que algo é supérfluo não hesite em cancelar.

Controle Financeiro Pessoal: Não Tem Reservas Para Emergências

Muitas pessoas acham que não vai acontecer nenhum imprevisto. Mas querendo ou não uma hora pode surgir alguma emergência. E aí, você vai ter o dinheiro para pagar ou vai sair igual louco atrás de alguém que possa te emprestar? Quem consegue controlar as despesas com eficiência não só sabe onde o dinheiro está indo como consegue se planejar para imprevistos que podem afetar as finanças.  Se você não tem um fundo para emergências ou tem muita dificuldade para separar uma quantia para esse objetivo. É mais um sinal de que o seu controle financeiro precisa passar por melhorias.

E você está sabotando o seu controle financeiro ou consegue manter tudo organizado? Me conte nos comentários aqui embaixo.